Siringoma

O Que é Siringoma?

A produção excessiva das glândulas sudoríparas écrinas pode causar o aparecimento de pequenas protuberâncias principalmente ao redor dos olhos e na parte superior da bochecha. Uma forma mais rara é a disseminada, acometendo o tronco, as axilas e o pescoço.

São tumores benignos que afetam mais comumente as mulheres, independentemente da raça, e a causa é sempre genética. As lesões são bem pequenas – cerca de 2 a 5 mm -, tem a aparência de uma bolinha que se sobreeleva na pele (normalmente da mesma cor) e uma consistência levemente endurecida.

Nenhum sintoma está associado ao aparecidos desses tumores, que normalmente ocorrem depois da puberdade. Assim que surgirem as primeiras lesões, é recomendável procurar um médico dermatologista.

As opções de tratamento são: cauterização química, eletrocoagulação, dermoabrasão, laser de ablativo ou retirada cirúrgica das lesões. A opção de tratamento sempre dependerá da extensão das lesões e de suas características, bem como do fototipo de pele da paciente.

O uso de laser CO2 tem obtido bons resultados. O tratamento por eletrocoagulação (eletrocautério) é bastante eficaz para retirar as lesões do siringoma. Também sob anestesia local tópica ou injetável, as agulhas de cauterização serão inseridas para queimar esses tumores benignos.

Um pouco de inchaço e desconforto pode ocorrer após o procedimento, mas a cicatrização é rápida. Algumas sessões serão necessárias para que as lesões sejam totalmente eliminadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =