MELASMA

MELASMA

Melasma é um distúrbio da pigmentação, com a formação de manchas escuras que variam entre vários tons de marrom, por excesso de melanina, o pigmento da pele. Seu tratamento, apesar de difícil, produz bons resultados quando bem executado.

 

 

O melasma atinge mais comumente a testa, as bochechas, o nariz e logo acima dos lábios, mas pode afetar a face toda, o colo e até mesmo a parte externa dos braços.

 

As causas do melasma ainda não estão completamente esclarecidas e são alvo de intensas pesquisas na dermatologia.

Apesar de ser popularmente conhecido como “manchas de gravidez” pode sim aparecer em mulheres que nunca engravidaram, principalmente pelo uso de anticoncepcionais, exposição ao sol e uso de alguns medicamentos, podendo inclusive acometer homens.

 

O melasma provoca importante prejuízo na autoestima da pessoa e pode levá-la a procurar soluções mágicas e tratamentos pouco confiáveis, o que sem dúvida pode agravá-lo. Jamais utilize medicações indicadas para outra pessoa, pois cada caso é único.

 

Não há cura, mas o melasma pode ser sim tratado.

 

Ainda não podemos prometer a cura, mas sim a melhora e o controle do melasma. São usados clareadores como hidroquinona, arbutim, ácido ascórbico, ácido azeláico, entre outros. Peelings superficiais de solução de Jessner e ácido retinoico também conseguem algum clareamento. Hoje é utilizado o laser Q-Switch, com comprimento de onda Nd Yag. Esse laser tem como diferencial emitir energias baixas em tempos de pulso muito curtos (nanosegundos), liberando pouco calor. São sugeridas 12 a 15 sessões que vão gradualmente clareando a área da mancha.

 

O tratamento consiste em medicações domiciliares para reduzir a pigmentação da pele, sempre associadas à proteção solar ampla. A escolha do filtro solar adequado e seu uso correto são fundamentais para o sucesso ou não do tratamento.

 

Na maioria dos casos, devemos associar o tratamento domiciliar à tratamentos auxiliares em consultório. Dentre eles,podemos citar os peelings e o uso de certos tipos de lasers.

 

Para quem já cansou de tratar o melasma com as opções antigas agora chegou um laser eficiente que além de clarear diminui o risco de recidiva da mancha.

 

O Laser Nd-YAG QS entra como o grande aliado para atingir exatamente esse objetivo, com a vantagem de realizar o tratamento completo de forma rápida e eficaz, sem deixar a pele vermelha, descamando ou com casquinhas. O paciente pode voltar ao trabalho ou a sua rotina imediatamente após cada sessão.

 

O Laser Nd-YAG QS Laser foi projetado especificamente para atacar as células causadoras do melasma. A tecnologia ataca diretamente os dendritos dos melanócitos, que produzem melanina em exagero no melasma e reduzem o tamanho das células do pigmento.

 

Além disso o Laser Nd-YAG QS não causa dor. Os pulsos curtos e rápidos do laser Spectra produzem menos efeitos térmicos, minimizando o processo inflamatório, mas com maior fragmentação da melanina, o que evita a recorrência do melasma depois do tratamento.

 

Tratamento clínico e estético para melasma e outros tipos de manchas. Comece usando protetor solar.

 

Consulte o seu dermatologista antes de se submeter à qualquer tratamento estético. Ele é o seu maior aliado na manutenção da saúde e beleza de sua pele.